Pular para o conteúdo principal

Postagens

rUptUrA cOm aMoR

  na tela do tempo inícios e fins projetam-se rupturas concretizam-se na miragem dos desapegos necessários aterrisagens e voos amedrontam na chegada e na partida o eu te aMo com aMoR permanece em outras formas de aMoR seguindo as travessias das águas é hora de encontrar outras desembocaduras para desaguar em novos oceanos de aMoR...   luZgomeS 01/10/2021  
Postagens recentes

sOU... TeNHo... vOU

  sou dada: ao abraço... ao beijo... ao colo... ao aconchego... a alegria... a compaixão... a delicadeza... a beleza... ao pensar... ao cuidado... ao esperançar... ao amor... e tenho: muitas raivas... dezessete mil falhas... uns tantos medos... algumas tristezas... uma dúzia de choros engasgados... chagas abertas nas minhas emoções... sérias limitações no meu ser-existir mulher-gente... mas vou: a procura do caís de sossego... ao encontro da brisa numa tarde de calmaria... me atracando com o equilíbrio nesse caos-mundo... aprendendo a pular as ondas com confiança... dançando com a singeleza das flores... exercitando o meu ato de ser humana... luZgomes Belém, 28/09/2021

aBRaÇo

  preciso te dizer: acordei desejando o seu abraço novamente... quero ficar enlaçada em ti sem contar os segundos... escutando o seu coração pulsar devagarinho... sentindo as suas mãos acariciarem discretamente as minhas costas... descansar minha cabeça em seu peito e me embriagar no  teu cheiro... beijar carinhosamente a sua face... a espera que os seus lábios encontrem os meus  num domingo qualquer...   luZgomeS 08/09/2021

sErmOs sÓ PoeSia

    convido-te a mergulhar nas águas da minha boca adentrar aos intervalos dos meus poros perder-se nas sinuosidades dos meus delírios encontrar-se no aconchego das minhas entranhas caminhar suavemente nas linhas das minhas mãos dançar nas geografias da minha pele para no nascer do dia sermos só poesia... luZgomeS 06/09/2021

bOcA

    a boca: encontra... anseia... deseja... degusta... saliva... segreda... excita... acaricia... espera... o sabor do beijo num tempo de suspensão da roda gigante...   luZgomeS 05/09/2021

fIm dO dIa

  sinto cada dedo seu dedilhando a maciez da minha pele saboreio o gosto dos seus lábios no meu umbigo escuto sua voz sussurrando no céu da minha boca...   pausa no tempo...   fantasias vêm e vão para no fim do dia a única concretude ser a poesia...   luZgomeS Belém, 22/08/2021

a VoLTa qUE a LíNGua dÁ

  d edos entrecruzam-se afagando a maciez das mãos acariciadoras dos olhos refletores de pedras seculares nas quais os pés de hoje caminham rememorando o passado que não passou entre um sorriso e outro bocas se abrem para fecharem-se juntas línguas exploram as trilhas dos céus internos deixando os fluidos presentes grafarem memórias nas brechas do tempo para nas voltas do mundo um retrato em sépia ser registrado numa esquina de encruzilhadas exuziníacas...   luZgomeS Belém, 15/08/2021